Djembês 12

As pessoas gostam dos djembês por uma variedade de razões, e o apreço por esse instrumento percussivo africano é multifacetado. Aqui estão algumas razões pelas quais as pessoas geralmente apreciam o djembê:

Djembês 12

  • Trio de berimbau 3

    Trio de Berimbau 3 Berimbau Gunga: Este é o berimbau mais grave e volumoso do trio. Ele estabelece o ritmo básico da roda e dita o tom musical. Sua sonoridade profunda e poderosa cria a base para os outros berimbaus e instrumentos acompanhantes. O Gunga é frequentemente tocado pelo mestre da roda ou por um…

  • djembe 12 x 60cm tema leopardo

    djembe 12 x 60cm tema leopardo Pele cabra Madeira Sibipiruna

    R$ 1.534,00
  • Tambor do Jongo 1

    Tambor feito de madeira de tanoaria Medidas 15″ x 50cm Acabamento envernizado Pele de cabra esticada com corda de nylon Tambor do Jongo O Jongo é uma manifestação cultural brasileira que tem origens africanas e está relacionada ao ciclo do café no período colonial. Essa prática artística incorpora dança, música, expressões religiosas e tradições sociais.…

    SKU: jongo
    R$ 870,00
  • Baqueta Bolota Maracatu

    Baqueta Bolota Maracatu Baqueta madeira / alfaia c/ bolota e pegador anatômico 45x5x5 380g

    R$ 45,00
  • Shamisen com Capa Inclusa Pele De Cabra

    O shamisen é um instrumento que existe há muito tempo no Japão. Tem cerca de 1 metro (3 pés) de comprimento e três cordas que são tocadas com uma palheta grande chamada bachi. O tsugaru shamisen é uma espécie de shamisen cujo estilo único de tocar dá aos artistas espaço para improvisar. Muitas pessoas dizem…

    R$ 1.500,00

  1. Som Distinto: Os djembês possui um som único e envolvente, caracterizado por tons ricos e graves profundos. Sua capacidade de produzir uma ampla gama de sons, desde graves profundos até agudos nítidos, torna-o atraente para músicos e ouvintes.
  2. Versatilidade Musical: O djembê é um instrumento versátil que se encaixa em uma variedade de estilos musicais. Ele é usado em performances solo, bem como em conjunto com outros instrumentos, sendo uma escolha popular em várias tradições musicais ao redor do mundo.
  3. Expressão Cultural: Muitas pessoas são atraídas pelos djembês devido à sua profunda ligação com as tradições culturais africanas. O instrumento é frequentemente associado a celebrações, rituais e expressões culturais diversas, adicionando uma dimensão cultural significativa ao seu apelo.
  4. Interação Social: O djembê é frequentemente tocado em grupos, encorajando a interação social e a criação de uma experiência musical coletiva. A dinâmica de tocar em conjunto pode ser gratificante e fortalecer os laços comunitários.
  5. Acessibilidade: Comparado a alguns instrumentos mais complexos, o djembê é relativamente acessível para iniciantes. Sua abordagem intuitiva permite que pessoas de diferentes níveis de habilidade explorem e experimentem a percussão de maneira envolvente.
  6. Conexão Espiritual: Em contextos religiosos e espirituais, o djembê é frequentemente usado em cerimônias e rituais. Sua capacidade de evocar estados emocionais profundos e a conexão espiritual associada a ele podem atrair pessoas que buscam experiências mais profundas por meio da música.
  7. Expressão Pessoal: Tocar o djembê permite uma expressão pessoal única. Muitos músicos apreciam a liberdade de improvisar e criar ritmos personalizados, proporcionando uma forma única de expressão musical.

Esses fatores combinados contribuem para a popularidade do djembê em diversos contextos musicais e culturais, atraindo tanto músicos profissionais quanto amadores, além de proporcionar uma experiência auditiva e tátil única.

Djembês, o instrumento percussivo africano que cativa amantes da música em todo o mundo.

Cuidar de um djembê é fundamental para garantir sua durabilidade e manter a qualidade do som ao longo do tempo. Aqui estão algumas dicas sobre como cuidar do seu djembê:

  1. Limpeza Regular:
    • Limpe a pele do tambor com um pano úmido para remover poeira e sujeira.
    • Evite o uso de produtos químicos agressivos ou água em excesso, pois podem danificar a pele.
  2. Ajuste do Sistema de Cordas:
    • Verifique regularmente as cordas do djembê. Se estiverem soltas ou desafinadas, ajuste-as conforme necessário para manter a tensão correta.
    • Ao ajustar as cordas, certifique-se de manter uma tensão uniforme em todo o tambor para evitar desequilíbrios.
  3. Evitar Exposição a Condições Extremas:
    • Evite deixar o djembê exposto à luz solar direta e a temperaturas extremas, pois isso pode causar danos à pele e à madeira.
    • Armazene o djembê em um local fresco e seco quando não estiver em uso.
  4. Hidratação da Pele:
    • Em climas secos, a pele do tambor pode ressecar. Use um condicionador de tambor ou um óleo adequado para manter a hidratação da pele.
    • Aplique o condicionador ou óleo com moderação para evitar excesso de umidade.
  5. Manutenção da Madeira:
    • Se o seu djembê tiver partes de madeira, como o corpo do tambor ou o aro, verifique se há rachaduras e desgaste.
    • Use um óleo de tungue ou um polidor de madeira para manter a madeira nutrida e protegida.
  6. Transporte Seguro:
    • Ao transportar o djembê, use uma bolsa ou case acolchoado para protegê-lo contra impactos e arranhões.
    • Evite deixar o tambor em locais onde possa ser derrubado ou danificado acidentalmente.
  7. Tocar com Cuidado:
    • Ao tocar, use as mãos de forma adequada para evitar danos à pele do tambor.
    • Não aplique muita força ao bater no djembê, pois isso pode causar danos à pele e às cordas.

Seguindo essas orientações de cuidado, você pode prolongar a vida útil do seu djembê e garantir um desempenho musical consistente. Lembre-se de que, além de cuidar fisicamente do instrumento, é crucial tocá-lo com respeito e técnica adequada para preservar sua qualidade sonora.

Djembes 12 pele vegana

Djembe Ilubrasileiro, instrumento produzidos no Brasil artesanalmente feitos de madeira, metal corda e pele de cabra para um som único.

Djembê (também chamado de djimbejembejenbeyembe e sanbanyi) é um tipo de tambor originário de Guiné na África ocidental. O instrumento é muito antigo e até hoje é importante nas culturas africanas, sobretudo na região mandingue, que compreende os países Mali, Costa do Marfim, Burkina Faso, Senegal e Guiné.

O djembê é um instrumento musical de percussão(membranofone) que possui o corpo em forma de cálice e a pele tensionada na parte mais larga, que pode variar de 30 a 40 cm de diâmetro

Djembês

Wikipedia vale a pena!